Apresentação das XXVII Jornadas de Medicina Dentária

Nos próximos dias 11 e 12 de abril decorrerão nas instalações da Alfândega do Porto as XXVII Jornadas de Ciências Dentárias do IUCS/CESPU.

Tendo como objetivo principal tratar “A Função e a Estética como um só”, este evento constitui uma excelente oportunidade para os alunos das diferentes instituições universitárias de medicina dentária, bem como para os profissionais interessados na atualização dos conhecimentos, poderem participar e aproveitar a experiência e o saber de um painel de palestrantes com provas dadas em diferentes áreas da medicina dentária.

Para além dos trabalhos dos alunos apresentados sob a forma de comunicações orais e de pósteres, destacámos do programa, as cinco (5) palestras sob temas atuais como: Laser e Medicina Oral, Invisalign, Acessos em Endodontia e a Reabilitação Oral, que serão proferidas por ilustres conferencistas nacionais.

Programa científico

11 de abril

14.00h Abertura do Secretariado

14.30h Cerimónia de Abertura

15.00h Endoscopia de contacto em Medicina Oral
Drª Marta Galrito

15:45 - Laser em Medicina e Patologia Oral
Prof. Doutor Luís Monteiro

16:30 – Coffee-break

17:00 – Cirurgia em Direto (Extração de siso incluso)
Mestre Paula Malheiro e Mestre João Baptista

 

12 de abril

08.30h Abertura do Secretariado

09.00h - 10.30h Sessão de Posters

10:30 – Coffee-break
11:00 – Ortodontia com o sistema Invisalign: do digital para a clínica

              Profª Doutora Teresa Pinho

12:30 – Almoço
14:00 – Comunicações Orais
16:00 – Acessos em Endodontia

              Dr. Rui Pereira da Costa

17:00 – Coffee-break
17:30 – Factores de sucesso para uma Implantologia previsível na zona estética

              Dr. Paulo Carvalho

18:30 Encerramento

Resumos de Palestras

11 de abril


Prof. Doutor Luís Monteiro
Laser em Medicina e Patologia Oral

Resumo

Os tecidos da cavidade oral podem estar sujeitos a vários estímulos agressivos que levam a lesões ou doenças. O Laser tem sido utilizado em medicina desde 1970. Actualmente, os tipos de LASER mais utilizados em Cirurgia e Patologia Oral são o Laser de CO2, Laser de Er:YAG, Laser de diodo, Laser Nd:YAG, Laser de Argon e Laser de KTP. O tratamento com LASER apresenta inúmeras vantagens sobre o tratamento cirúrgico convencional incluindo excelente hemóstase, campo cirúrgico sem sangue, corte tecidular de alta precisão, descontaminação do campo operatório, redução na necessidade anestésica ou redução de complicações como dor, edema ou infecção.

Esta palestra terá como objetivos mostrar a importância e utilidade dos vários tipos de Laser, do ponto de vista prático, no tratamento de vários tipos de lesões e doenças da cavidade oral mas também focar alguns aspetos de reabilitação dos tecidos moles da cavidade oral

CV Resumido

* Médico Dentista licenciado pelo Instituto Superior de Ciências da Saúde Norte (ISCSN).
* Especialista em Cirurgia Oral (OMD)
* Doutor em Patologia pela Universidade de Santiago de Compostela, Espanha.
* Diploma em Medicina Oral pela European Association of Oral Medicine (EAOM).
* Mestre em Oncologia pelo Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar.
* Master Europeu em Aplicações de Laser em Odontoestomatologia pela Universidade de Parma, Itália.
* Professor Auxiliar no Instituto Universitário de Ciências da Saúde (IUCS) e docente nas disciplinas de Clínica Cirúrgica Periodontal, Medicina Oral, Patologia Oral e Biopatologia e Anatomia Patológica.
* Coordenador da Pós-graduação em Medicina e Patologia Oral do IUCS, CESPU.
* Coordenador da Pós-graduação em Aplicações de Laser em Medicina Dentária do IUCS, CESPU.
* Membro de Direção da APMO (Academia Portuguesa de Medicina Oral)
* Membro de Direção da ALTEC (Associação de Laserterapia e Tecnologias Afins)
* Presidente da Direcção da Spalo (Sociedade Portuguesa de Aplicações de Laser Oral)
* Pratica clínica privada exclusiva de Medicina Oral, Cirurgia Oral e Laser Oral

 

Dr.ª Marta Galrito

Resumo

As lesões potencialmente malignas da boca apresentam um elevado risco de carcinogénese. A mortalidade e a morbilidade aumenta quando os tumores são diagnosticados em estadios mais avançados (T3 e T4), fazendo com que um diagnóstico precoce seja benéfico.

Inúmeras técnicas de diagnóstico têm sido descritas para complementarem o exame clínico e a biopsia no diagnostico do cancro oral, no entanto nenhuma foi validada cientificamente com robustez. Neste contexto surgiu a Endoscopia de Contacto.

A Endoscopia de contacto é um meio de diagnóstico não invasivo, indolor, que quando coloca o endoscopio em contacto com a mucosa oral, permite a visualização in situ, in vivo e em tempo real de células epiteliais e do plano microvascular, glândulas salivares minor e ainda rifas fúngicas.

Através da visualização das lesões orais através de Endoscopia de Contacto, conseguimos avaliar padrões de benignidade, hiperqueratose, displasia epitelial, infecção fúngica, entre outros.

A Endoscopia de contacto tem demonstrado ser um complemento da histologia e exame clínico no diagnóstico de cancro oral.

CV Resumido
- Internato Médico em Estomatologia - Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte, 2012-2017.
- Membro fundador da Consulta Multidisciplinar de Medicina Oral e Endoscopia de Contacto - Hospital Beatriz Ângelo, 2013.
- Membro fundador da Consulta de Patologia Oral e Maxilofacial - Hospital Santa Maria, 2013.
- Membro fundador da Consulta de Medicina Oral - Hospital Santa Maria, 2013.
- Membro da Comissão Organizadora da I Reunião de Medicina Oral da Faculdade de Medicina de Lisboa, 2015.
- Programa em Investigação Clínica - Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte, 2015.
- Pós-Graduação em LASER Oral - CESPU, Porto, 2017.
- Formação específica - LASER no Tratamento da Roncopatia- LAHA Institute, FOTONA, Liubliana, 2017.
- Grau de Especialista em Estomatologia, 2018.
- Doutoramento em Medicina - NOVA Medical School, em curso.
- Coordenadora da Unidade de Medicina Oral e LASER - Instituto Português da Face, desde 2018.
- Hospital CUF Cascais - Consulta de Medicina Oral e LASER em Medicina Oral, desde Janeiro de 2019.
- Hospital da Luz Setúbal - Consulta de Medicina Oral e LASER em Medicina Oral, desde Janeiro de 2019.
- Docente convidada na Pós-Graduação de Medicina Oral. CESPU Porto, desde 2019.
- Docente convidada na Pós-Graduação de LASER Oral. CESPU Porto, desde 2019.
- Sócia-fundadora da SPALO - Sociedade Portuguesa de Aplicações de LASER Oral - Direcção Região Sul de Portugal, 2018.
- Membro da European Association of Oral Medicine.
- Membro da Academia Portuguesa de Medicina Oral.
- Autora e Co-autora de publicações e comunicações orais nacionais e internacionais.
- Prémio de investigação internacional em Medicina Oral - Endoscopia de Contacto.
- Apresentação de um novo protocolo Europeu de abordagem de lesões orais com LASER e Endoscopia de Contacto, 2018.
- Autora de 4 capítulos de livros: 3 em Medicina Oral e 1 em LASER na Roncopatia e Doenças Obstrutivas do Sono, in press.

Formação:

- Mestrado Integrado em Medicina, Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, 2011.
- Pós-Graduação em LASER Oral - CESPU, Porto, Portugal, 2017.
- Competência em LASER na Doença Obstrutiva do Sono, 2017.
- Grau de Especialista em Estomatologia, Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte, 2018.
- Projecto de Investigação Clínica - Lesões orais e Endoscopia de Contacto, em curso.
- Doutoramento em Medicina, NOVA Medical School, em curso.

12 de abril

Teresa Pinho, PhD, DDS

"Ortodontia com o sistema Invisalign: do digital para a clínica"
Os alinhadores com o Sistema Invisalign® representam uma das grandes inovações da ortodontia, constituindo a sua utilização no tratamento das más oclusões uma desafiante mudança de paradigma. Os princípios pelos quais se rege o movimento dentário são universais e independentes dos aparelhos utilizados, sendo que a obtenção de uma oclusão funcional e do equilíbrio facial está inerente ao diagnóstico e conhecimento científico, e não somente ao veículo de movimentação dentária.
Esta apresentação visa a partilha de casos clínicos, realçando o planeamento digital e a previsibilidade dos movimentos de vários tipos de más oclusões tratadas com alinhadores, com destaque para o planeamento da estética do sorriso, incluindo casos multidisciplinares.

CV Resumido
Licenciada em Medicina Dentária pela Faculdade de Medicina Dentária da Universidade do Porto (FMDUP), 1991
Doutorada em Ortodontia e Odontopediatria pela FMDUP, 2004
Professora de Ortodontia e Odontopediatria, com nomeação definitiva, no Instituto Universitário de Ciências da Saúde (IUCS), desde 1992
Agregação na FMDUP, 2017
Membro da Coordenação e Investigadora no Instituto de Investigação em Ciências da Saúde- INFACTS,CESPU.
Investigadora no Instituto de Biologia Molecular e Celular- IBMC, i3S-Universidade do Porto, desde 1992
Líder do grupo “Oral Diseases”, IINFACTS, CESPU
Certificado de excelência na prática clínica ortodôntica pelo Board Francês de Ortodontia, 2009
Membro titular do Colégio Europeu de Ortodontia (CEO) e da Sociedade Portuguesa de Ortopedia Dento-Facial (SPODF)
Cerca de 90 artigos publicados em revistas internacionais e nacionais
Mais de 200 conferências, comunicações e posters em eventos nacionais e internacionais
Revisora em mais de 12 revistas científicas internacionais
Pós-graduada na especialização em Ortodontia no Instituto Universitário de Ciências da Saúde (IUCS)
Especialista em Ortodontia pela Ordem dos Médicos Dentistas
Especialista em Odontopediatria pela Ordem dos Médicos Dentistas.

Rui Pereira da Costa, DDS, MsC, FICD

"Acessos em Endodontia"

ABSTRACT
O acesso endodôntico representa uma das mais importantes, delicadas e susceptíveis fases do tratamento endodôntico. Tem impacto directo nos procedimentos subsequentes, tornando-os mais previsíveis ou repletos de dificuldades e riscos, incluindo os de fractura de instrumentos ou perfuração radicular.
Esta conferência tem como objetivo partilhar o passo a passo de como alcançar um acesso correto de forma mais fácil e consistente. Também se discutirá a nova tendência dos acessos minimamente invasivos, e a prevenção de acidentes durante o acesso endodôntico, bem como o que fazer para os corrigir.

CV Resumido
Médico Dentista.
Licenciado pela Faculdade de Medicina Dentária da Universidade do Porto, em 1995.
Mestrado em Endodontia pela Universitat Internacional de Catalunya - Barcelona, em 2004.
Fellow do International College of Dentists.
Professor do Mestrado em Endodontia na Universitat Internacional de Catalunya - Barcelona, desde 2005.
Assistente Convidado da Pós-Graduação em Endodontia da Faculdade de Medicina Dentária da Universidade de Lisboa, desde 2010.
Coordenador dos cursos de formação pós-graduada em Endodontia RPCendo.
Idealizador e organizador do International Endo Masters 2015 e 2016, provavelmente os maiores Congressos Mundiais de Endodontia.
Idealizador e Co-organizador do International Aesthetic Masters 2015 e 2017, provavelmente os maiores Congressos Mundiais de Estética Dentária.
Diretor do Instituto Português de Endodontia desde 2018.
Prática clínica exclusiva em Endodontia em Lisboa e no Porto.
www.facebook/rpcendo
www.RPCendo.com

 

Paulo Carvalho, DDS

"Factores de sucesso para uma Implantologia previsível na zona estética"

São vários os medidores de sucesso nos tratamentos implanto-suportados, que não se extinguem na osteointegração e sobrevivência dos implantes. É certo que paciente e clínico esperam deles longevidade em função, mas quando chegamos à zona estética o número de variáveis determinantes para o sucesso dispara consideravelmente pela exigência estética inerente, a qual tem aumentado cada vez mais na Implantologia moderna. A estética das restaurações implantares depende muito da manutenção ou reconstrução da anatomia alveolar perdida e da estabilidade no tempo dos tecidos moles e duros. Perante situações clínicas tão díspares que nos surgem na prática clínica diária, pretende-se nesta apresentação discutir quais os protocolos de trabalho mais previsíveis mediante cada cenário e quais as técnicas disponíveis segundo o estado da arte actual. Quando devo colocar um implante imediato? Quando deve preservar e esperar? Que técnicas devo usar para reconstruir a arquitectura perdida e em que casos? Quais os materiais mais adequados? Uma multiplicidade de questões entram na equação que é importante simplificar para criar protocolos de trabalho fiáveis e reprodutíveis, adequados sempre ao nível de desenvolvimento de cada clínico.

CV Resumido

- Médico dentista pela FMDUP
- Pós-graduado em Implantologia
- Pós-graduado em Cirurgia Oral Avançada e Enxertos Autógenos pela ImplantBrazil
- Pós-graduado em Reabilitação Oral Estética
- Formador externo em Implantologia e Reabilitação Oral no Centro de Formação Fernando Almeida
- Coordenador da Residência clínica de Prótese sobre Implantes na Foramen Dental Education
- Orador em diversas conferências nacionais e internacionais

Submissão de Trabalhos Científicos

A Comissão Organizadora responsável pelas XXVII Jornadas de Ciências Dentárias do IUCS informa todos os interessados em apresentar trabalhos científicos sob a forma de comunicação livre ou poster, que o poderão fazer, até ao próximo dia 22 de março de 2019, respeitando regulamento existente .Regulamento dos Trabalhos Cientificos 2018.2019

O calendário das submissões está disponível no referido regulamento.

Todo o processo é gerido através dos formulários de submissão existente disponível para os alunos da Instituição na plataforma Moodle na área do IUCS em Submissão de trabalhos científicos - Jornadas Ciências Dentárias 2018/2019

Para os interessados externos à Instituição que pretendam apresentar trabalhos científicos devem enviar e-mail para nucleo.md@aeiucs.cespu.pt

Livros de Resumos

Livro de Resumo_Comunicações Orais

Livro de Resumo_Posters