Apresentação das XXVIII Jornadas de Medicina Dentária

As XXVIII Jornadas de Ciências Dentárias do IUCS/CESPU decorrerão nos próximos dias 21 e 22 de maio de 2020 e serão transmitidas online, em formato webinar.

Subordinadas ao tema “As alternativas à Medicina Dentária tradicional” estas Jornadas integram temas diversificados visando as diferentes e inovadores formas de abordar o paciente propondo planos de tratamento com as mais recentes opções e com os novos materiais disponíveis nos dias de hoje.

Do programa destacámos, para além dos trabalhos dos alunos apresentados sob a forma de comunicações orais e de pósteres, palestras ministradas por ilustres conferencistas nacionais incidindo numa visão futurista das diferentes áreas da Medicina Dentária, culminando com uma cirurgia em vídeo com comentários dos intervenientes, em simultâneo, conciliando a reabilitação oral com a utilização de tratamento laser.

Trata-se, pois, de uma excelente oportunidade para os estudantes de medicina dentária, poderem participar neste evento científico com o patrocínio do Conselho Científico do IUCS.

21 de maio

Quinta-feira 21 de maio

14H00- Cerimónia de abertura

14h15 - Desafios e oportunidades de uma revista médica generalista portuguesa no mundo global
(Prof. Doutor Ricardo Dinis-Oliveira)

15h15 - Planeamento reverso em reabilitação dento e implanto suportada usando softwares abertos
(Mestre João Fonseca)

16h00 - Coffee-Break

16h30 - O Digital na Medicina Dentária
(Dra Teresa Vieira Brito)

17h15 - Regeneração pulpar: da investigação à clínica
(Prof. Doutor João Miguel dos Santos)

22 de maio

Sexta-feira 22 de maio

8h30 - Abertura secretariado

9h00 - Sessão dos posters

10h30 - Coffee-Break

11h30 - Invisalign em Odontopediatria
(Dr Pedro Costa Monteiro)

12h00 - Almoço

14h00 - Comunicações Orais

16h00- Coffee-Break

16h30 - Vídeo transmissão de caso clinico sobre tratamento de Peri-Implantite
(Prof. Doutor Luis Monteiro + Mestre Ana Sofia Vinhas)

18h00 - Encerramento

Resumos de Palestras

21 de maio

Ricardo Dinis-Oliveira, Prof. Doutor : Desafios e oportunidades de uma revista médica generalista portuguesa no mundo global.
Na conferência serão abordadas as questões relacionadas com a bibliometria das publicações científicas focando a realidade das revistas científicas portuguesas da área médica. Serão ainda exploradas as diferentes tipologias de artigos científicos e critérios de qualidade na ótica do editor-chefe.

João Fonseca, Mestre: Planeamento reverso em reabilitação dento e implanto suportada usando softwares abertos
Abordaremos a introdução das ferramentas digitais na confeção de restaurações, combinando um planeamento artesanal e um diagnóstico instrumental tradicional com uma execução utilizando tecnologias inovadoras.
Pretendemos ainda alertar para a utilização responsável da tecnologia, focando a decisão clínica e a opção na escolha de técnicas e materiais no utilizador e não em máquinas desmistificando a capacidade dos novos materiais integrarem adequadamente com dentes naturais.

Teresa de Vieira e Brito, Dr: O Digital na Medicina Dentária
A evolução tecnológica no geral tem sido constante nas últimas décadas. A sua aplicação na medicina dentária tem mostrado uma grande mais valia em todas as especialidades.
É de todo inevitável que a tecnologia se torne o meio mais adequado e apetecível para os futuros médicos dentistas, sem ignorar os princípios e fundamentos da medicina dentária
Vamos demonstrar aos novos colegas como a medicina dentária digital pode otimizar a nossa prática diária para melhor servir os pacientes.

João Miguel Marques dos Santos, Dr: Regeneração pulpar: da investigação à clínica
A Endodontia é uma das áreas da Medicina Dentária que mais tem evoluído neste novo milénio e onde estão a ocorrer mudanças disruptivas em relação a conceitos que vigoraram durante muitas décadas. Um desses exemplos é a abordagem terapêutica de dentes permanentes necrosados, com ápice aberto, através de procedimentos de Endodontia Regenerativa, visando restabelecer um tecido vascularizado, com células capazes de produzir tecido duro, numa polpa previamente infetada. Outra transformação significativa está a ocorrer no tratamento de dentes definitivos maturos com sinais e sintomas de pulpite irreversível. Esta situação clínica poderá vir a ser tratada com técnicas minimamente invasivas, como a pulpotomia, colocando assim em causa a classificação clínica das pulpites em vigor, pois à luz dos estudos mais recentes, poderemos salvar uma polpa que tenha previamente sido sujeita a agressão e desenvolvido um nível de inflamação grave.
Na base desta mudança estão os novos conhecimentos acerca da biologia e fisiologia pulpar, bem como a evolução da ciência dos biomateriais que permitem agora alargar as possibilidades de tratamento conservador em diversas situações clínicas.
Esta palestra partirá da apresentação de alguns casos clínicos e fará a sua ligação com a ciência básica (in vitro e in vivo) que permitiu a sua implementação e mostra novos rumos para melhorar o que já alcançamos.
Além disso, iremos apresentar os desenvolvimentos mais recentes do projeto ProTean, uma investigação do Centro de Neurociências em parceria com Área de Medicina Dentária da FMUC e o Hospital Pediátrico do CHUC, na qual são desenvolvidos organóides cerebrais a partir de células estaminais de origem dentária.

22 de maio

Pedro Costa Monteiro, Dr: Invisalign em Odontopediatria
A procura por sorrisos mais agradáveis tem aumentado sobremaneira o número de pacientes que procuram o tratamento ortodôntico. Com os avanços da tecnologia, também aumentou o âmbito de possibilidades nas modalidades de planeamento e de tratamento. Os alinhadores estéticos, entre os quais se destaca o sistema Invisalign, pela sua tecnologia avançada parecem corresponder a essas expectativas, pois, além das características supracitadas, também permitem a realização de uma higiene oral adequada, uma vez que são removidos durante as refeições. Assim, pretendemos demonstrar os resultados alcançados no tratamento ortodôntico com o sistema Invisalign em pacientes em idade Odontopediátrica.

Prof. Doutor Luis Monteiro + Mestre Ana Sofia Vinhas: Vídeo transmissão de caso clinico sobre tratamento de Peri-Implantite.
Abordagem cirúrgica regenerativa através de técnica de regeneração óssea guiada, coadjuvada na descontaminação e fotobiomodelação por laser.

Submissão de Trabalhos Científicos

A Comissão Organizadora responsável pelas XXVIII Jornadas de Ciências Dentárias do IUCS vem, por este meio, informar todos os interessados em submeter trabalhos científicos sob a forma de comunicação livre ou póster, que este ano letivo os trabalhos serão apresentados por videoconferência e que devem respeitar o seguinte regulamento. (Clique aqui para aceder ao regulamento)

  • A data limite para a receção dos Formulários de Submissão será no dia 12 de maio de 2020 inclusive através da submissão do ficheiro na plataforma Moodle criada para o efeito e à qual devem aceder através do link (Clique Aqui)
  • A comunicação da aceitação ou não do trabalho submetido será efetuada no dia 19 de maio de 2020.
  • O tempo de apresentação das comunicações orais será de 10 minutos